Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O poeta não morre

Quarta-feira, 19.09.12

 

Num mundo de veleidades absolutas
O poeta transcende o infinito
Constrói obras com palavras resolutas
Edifica pensamentos lenitivos
Em seu contexto realça-se a beleza
Nasce sua obra, indelével poema
Imperecivel,  sua história e grandeza
E a infinita saudade de sua pena.
Em seu leito de luz e de Glória
Descansa o poeta da vida terrena,
Deixando legado, inquestionável Vitória
E no Canto da lira, sua vida plena.

 

Cecília Rodrigues

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Cecilia Rodrigues às 22:08


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

arquivos

2014

2012