Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Canto,saudade...

Segunda-feira, 10.09.12

  

Todos cantam o desamor

Isso, eu não posso cantar

Desse mal eu não padeço

Há! Quem dera esse chorar.

É de outra dor que aqui falo,

De um tal modo eu me abalo,

Que insisto e não me calo

Canto para amenizar.

Desconheço a indiferença,

Longe de mim o desdém.

Em meus versos a tristeza,

Tristeza de não ter mãe.

Sou como ave sem ter ninho,

Como amor, sem ter carinho,

Andarilho tão sozinho,

Um sofrer igual não tem.

Terra seca, folha morta,

É este meu triste cantar,

Quando deste peito brota,

Qual botão a desabrochar.

Vida oca amor sem vida,

Em meu peito tem guarida,

E como a rosa é querida,

Querida é a Rosa do meu lar.

 

 

RJ-Outubro-25-1978

 

Cecília Rodrigues -"Veleiro de saudades" Edição 2011

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Cecilia Rodrigues às 18:38





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

arquivos

2014

2012